Pesquisar este blog

Carregando...

Últimas Notícias - O HOMEM POR TRÁS DA MÁSCARA Prato do dia De tudo um pouco

O HOMEM POR TRÁS DA MÁSCARA Sim, Marcelo Adnet é uma estrela cômica com grande talento pra paródia musical e imitações. Só que o “15 Minutos”, que ele apresenta na MTV, não teria a mesma graça se não fossem as intervenções – mal-humoradas, muitas vezes – de Kiabbo, o mascarado tocador de violão que ocupa a poltrona ao lado. O sucesso do programa deu vitrine pra Kiabbo revelar sua verdadeira identidade: Felipe Ricotta, roqueiro de boa cepa que este ano lançou o primeiro disco, “Você Não Entendeu Porra Nenhuma”, cujo single “Garota Frank Jorge” é uma pedra preciosa fadada a virar hit (ou não). Felipe ainda cultiva um alter-ego blogueiro chamado Carola Azevedo, cujos textos ácidos revelam uma índole contrariada com a zica que acomete os relacionamentos, as expectativas e a cultura. Entre a tela do computador e as gravações do “15 Minutos”, Felipe ainda reserva um bom tempo pra rodar o Brasil (sem máscara) fazendo shows, como o de quarta-feira passada em Florianópolis. Aproveitando a passagem, “Orelhada” decidiu que era hora de saber: quem és tu, brother? Há quanto tempo existe o Kiabbo? Ele surgiu por causa do “15 Minutos”? Felipe Ricotta – Eu sou músico desde os 14 anos, escritor, e flertei com o jornalismo gonzo quando escrevi umas crônicas sobre shows e eventos que rolavam no Rio. Por causa desses textos, eu fui parar na MTV. E o humor como ganha-pão, quando começou? Felipe – Começou no blog www.carolazevedo.zip.net em 2004 esse lance de fazer humor com referências musicais. Você faz shows/aparições como Kiabbo também? Felipe – O Kiabbo roda o país fazendo discotecagens “rockenrou”. Alguém já te reconheceu sem a máscara? Felipe – Já, sim, tem rolado bastante. Quando eu quero ser reconhecido, é só fazer um corte de cabelo bem ridículo que fica fácil de as pessoas descobrirem. Você diria que o Felipe Ricotta é um personagem também? Felipe – Na época do blog, pode-se dizer que sim. Hoje em dia, tô divulgando meu disco de estreia “Você Não Entendeu Porra Nenhuma” e em cima do palco acho que todo artista acaba virando um personagem, sim. Aliás, acho bem patético esse tipo de artista que não sai de cima do palco, que faz da vida o verdadeiro palco... É importante separar bem as coisas. “Você Não Entendeu Porra Nenhuma”: o que há pra ser entendido, Felipe? Felipe – Sempre dá pra explicar um pouco mais e sempre dá pra deixar algo a mais no ar pra ser compreendido a longo prazo. É como eu levo minha vida. Tanto no “15 Minutos” quanto no teu som e nos teus textos há um elemento de raiva/crítica forte. As relações interpessoais te frustram tanto assim? Felipe – Cara, eu não consigo ficar satisfeito por muito tempo e isso move meu processo criativo. É necessário, às vezes, botar a negatividade pra fora e transformar ela em algo que faça o mundo girar. Minha função na Terra é nadar contra a maré na maior parte do tempo e eu sei que pago um preço grande por isso. Quanto às relações interpessoais, eu sou como qualquer outra pessoa. Muitas vezes saio frustrado, muitas vezes saio satisfeito... sei lá, hahahaha. Prato do dia Len Chess foi um homem que fez história. Nos anos 50, desafiou o preconceito ao abrir uma selo de blues que deu a primeira chance a Muddy Waters, Etta James, Little Walter e Howlin’ Wolf se tornarem mitos. Mas ele foi além: ao lançar as primeiras gravações de Chuck Berry, ajudou a criar uma pequena revolução chamada rock’n’roll. Esses episódios, que mudaram a cara da música, são retratados com vigor em “Cadillac Records”, filme recém-chegado ao DVD com um elenco primoroso (Adrien Brody, Beyoncé, Jeffrey Wright, Mos Def) interpretando as estrelas da companhia. Mas, longe de ser um longo videoclipe, há aqui meia dúzia de dramas que revelam que a caminhada rumo à glória quase sempre inclui decepções, desconfiança e excessos. De tudo um pouco A exposição “Cromosensações”, de Adriana Almeida, é apenas uma das atrações da segunda edição da noitada cultural Absinto Abstrato, quinta-feira, na Biero, em Joinville. O evento tem cara de maratona. Além das telas de Adriana (foto) – que buscam se livrar dos padrões pra abordar a descoberta da sexualidade de maneira franca e sensível –, o público vai se desdobrar entre as fotos de Nahuana Souza, degustação de cozinha em miniatura, recital de poesia, apresentação de dança e shows da banda Dona Xica e do projeto Toda Palavra é Pouca” Ingressos na loja Corona (rua Lages, 457). METAL- - Banger fiel conhece a Syndrome, banda com cartel respeitadíssimo entre as hordas heavy do Estado. Hoje, o grupo amplia esse currículo com o pré-lançamento do segundo disco, Held in Mind. A noitada rola no JB Rock Pub, em Balneário Camboriú, e ainda contará com clássicos executados pela Sky Route. BAILINHO- - Procura algo pra dançar até se acabar? O Don Rock providencia. Hoje, a casa abre o palco para os ilhéus do Stereotipos, especialista no repertório que os Beatles executavam antes de estourarem, ou seja, muito rock dos anos 50. Outra atração é o respeitável combo rockabilly Sexperiência. DECISÃO- - O Clube Avaí, no bairro Vila Nova, será o campo de batalha da final do concurso de bandas promovido pela Atômica Produções. Lost in the Box, Sylverdale, Sexy Pearl e Um Quarto de Gim disputam o prêmio máximo: gravação de uma música em até 32 canais e de uma demo ao vivo. Não esqueça de levar o quilo de alimento.

Fonte: A Notícia SC
Posted on sábado, julho 04, 2009 by Raul Pedro and filed under | 0 Comments »

0 comentários:

Não Achou o que Procura Pesquise Aqui!

Pesquisa personalizada

Aviso Importante - Temos de Uso

Todos os links e Conteúdo que se encontram neste blog, estao hospedados na própria Internet, somente indicamos onde se encontra, não hospedamos nenhum arquivo,cd ou programas que seja de distribuiçao ilegal.
Qualquer arquivo protegido por algum tipo de lei deve permanecer, no máximo, 24 horas em seu computador.
Eles podem ser baixados apenas para Estudo, devendo o usuário apagá-lo ou compra-lo após 24 horas.
A aquisicao desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.
Os donos, webmasters e qualquer outra pessoa que tenha relacionamento com a produção do blog nao tem responsabilidade alguma sobre os arquivos que o usuario venha a baixar e para que irá utiliza-los.
Termos de Uso
Os webmasters deste site, situados na url www.publicatudoinfo.blogspot.com ; seu servidor não são passíveis de serem processados judicialmente por causa de qualquer conteúdo publicado nessa página. Todos os arquivos contidos nessa página são com finalidade confidenciais e tem apenas fins de estudo e pesquisa, não podendo ser comercializado, reproduzido ou mesmo distribuído sem autorização dos respectivos titulares das obras originais.
Artigo 46 da legislação brasileira de direito autoral: III: A citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e a origem da obra.
Se você for usar qualquer arquivo desta página para qualquer outro fim, com exceção das finalidades originais, nós não somos responsáveis por suas ações ou qualquer resultado em conseqüência do uso deste site. Se você quiser usar um arquivo ou qualquer outro material baixado pelos links publicados neste site, você deve oficialmente comprá-lo após baixá-lo para testes, caso contrário, você provavelmente estará violando as leis de seu país.
Se você entrar neste site sem concordar com estes termos, você estará violando a cláusula 431.322.12 do ato da privacidade da internet assinado por Bill Clinton em 1995, quaisquer pessoas ou empresas que armazenam estes arquivos.